Com você, todo dia vira um dia bom

Os dias mais inesquecíveis da nossa vida acontecem de vez em quando, mas com você, todo dia vira um dia bom.

Você sabe muito bem fazer uma festa. Principalmente as que matam a saudade de um dia inteiro. Que eu saio cedo e chego tarde. Ah, não posso negar… a gente precisa trabalhar e estudar.

Mas quando chego sua alegria é sem fim. Corre e senta, sem precisar dizer nada. Com um olhar você entende. Se antes você não entendia o que eu pedia, hoje você já levanta a patinha e eu dou risada feito boba.

Não tem nem um mês que você tá aqui e eu já sou mais feliz, já aprendi a suspirar mais ainda pelas coisas simples da vida porque para você, se tiver um espaço pra correr e um balde de água a te esperar, você tem tudo o que precisa (ah, e cenoura de brinde não pode faltar). A gente estava começando a se preparar para fazer um novo amigo, mas ainda não fazíamos ideia de que seria você o novo membro da família, com todo esse tamanho e energia. E que sorte a minha que nossos caminhos se cruzaram.

Quem tem um amigo como você tem muito na vida, Luke. Eu gosto de acreditar que você entende tudo o que eu falo, porque suas expressões são impagáveis e quando você olha pra mim e sorri na janela, meu coração sorri por dentro. Paro o que estou fazendo só pra te fazer um carinho.

Se eu tô lá dentro tomando café, faço questão de sair pra te fazer companhia. Ou pra ter a sua. Ah, e aproveitar o sol quando tem. E levo o pote de verduras porque esse não pode esquecer. Você senta, eu te pergunto o que você quer. Você levanta a patinha e eu já sei. Te dou a cenoura e você come. Feliz. Eu sei, porque a gente se entende.

Como ninguém.

Anúncios

Luke: Catioro ou urso?

img_8185

Você chegou na minha estação do ano favorita. Ainda é outono por aqui, mas com você é outono o ano inteiro com a cor desses teus olhos de quem já é mais feliz por aqui.

Você surpreendeu a gente. Continua me fazendo sorrir durante o dia quando lembro de você e olha que você só está aqui há uma semana (e um dia hoje). Sabe aquela frase “já era amor antes de ser”? Era sim. A gente nem se conhecia e quando se conheceu eu não tive medo de te apresentar aos meus amigos e às pessoas que me conhecem nas redes sociais, mesmo não sabendo ao certo se íamos dar conta do ursão que você é. Mas no dia seguinte ela aqui em casa já decretou ao acordar: vamos ficar com ele!

E agora tô aqui, te apresentando a quem lê esse blog. Dizer que espero aproveitar muito mais a vida com você, porque quando minha Lilizinha chegou, eu era um toquinho de gente, e quando entendi a vida, ela se foi sem quase não deixar lembranças da boa fase em mim.

Agora a vida me deu mais uma oportunidade de aprender mais com quem não diz o mesmo idioma que eu, mas que na prática sabe mostrar que pra ser feliz não precisa de muito. Só precisa de espaço pra correr e uma bolinha pra pegar. Ah, e um balde de água pra se hidratar.

Ah, meu bem, acredite em mim. Quando te vi naquela varanda meu coração se apertou. Você sozinho sem entender direito o que ia acontecer. Não sabia bem pra onde ia, mas já viramos parças de janela no carro dele. Você chegou em casa e eu descobri que o momento feliz do seu dia é o de comer cenoura. Mas tem que ser morninha. Descobri numa segunda-feira de manhã.

Faço questão de dividir meus vegetais com você se você me prometer que vamos correr juntos por aí como se não houvesse amanhã (e se você fazer amizade com a Rose, vai).

Seja bem-vindo, Luke (mas não o Skywalker) ❤

De onde vem o amor

O amor está em muitos lugares, a gente só tem que saber olhar

O amor está na lambida do cachorro, nos pelo do gato que ficam na sua calça preta quando ele pede carinho.

O amor está no cházinho quente num dia frio ou no ar condicionado do escritório que às vezes é mais frio que o inverno inteiro, mas também está no sorvete gelado num dia quente.

O amor está na árvore quando perde as folhas no outono, que voltam a crescer na primavera.

O amor está no cheiro do livro novo, no balanço da rede de um dia preguiçoso, no cheiro do pão caseiro, do bolo e do café quentinho.

O amor está no beijo da mãe, no abraço da vó, no conselho do pai e nas risadas dos seus melhores amigos.

O amor está no seu filme favorito, na forma com que você cuida do seu corpo, no jeito que você dança.

O amor também está nas pequenas coisas. Cada um vê de um jeito. Há uma infinidade de lugares para se procurar e mais uma infinidade de lugares em que ele se manifesta. O amor está nas suas coisas favoritas da vida!

O amor está dentro de você 🙂

Sobre o que eu nunca escrevi, mas nunca esqueci

Era um dia de sol, porém cinza dentro de mim. Eu adoro dias cinzas também. Mas naquele dia não.

Decepções amorosas são uma droga! A gente chora sem querer em lugares sem querer. Tinha acabado de colocar mais uma na conta quando ela me cutucou:

“Ei, você tá bem?” “Não…”

E aí foi quando notei que nunca na minha vida um desconhecido se importou comigo assim… do nada. Aquela mulher pra quem me abri e contei o que tinha acontecido me fez enxergar um pouco mais de beleza na vida naquele dia. Me ensinou que nunca é tarde, quando me contou sua história e desde então mudei meu jeito de lidar com essas situações. Fazem parte da vida. Pessoas vêm e vão, mas ninguém passa pela nossa vida por acaso.

Eita frasezinha que carrega todo sentido! 

Nosso coração é apegado e reclama por qualquer coisa. Nossa mente diz que vai passar e que tudo vai ficar bem de novo, pois no fundo sabemos que sempre fica, mas o que controla nossas emoções é uma parte teimosa e desacreditada dentro de nós. Depois que percebi isso, choro mesmo. Quanto mais a gente libera nossa bad, mais rápido ela vai embora. Passei a dizer isso para quem quer que seja, pois percebi que não dá pra conter o coração quando quer gritar e que quando passa a gente se sente forte de novo.

Aprendemos muito com quem passa pela nossa vida. Mesmo que essa pessoa não permaneça. Conhecemos novas músicas, novos filmes, novos jeitos de pensar e novos mundos.

Quando crescemos, nos damos conta de como mudamos e de como nossa percepção do que são as coisas mudam também. Muitas coisas boas podem acontecer na nossa vida, assim como muitas coisas boas já aconteceram e agradecemos. E acredito nisso. Elas vêm na forma de um frio na barriga quando há esperança de algo novo. E eu sinto isso agora.

Obrigada, moça.

O que eu aprendi de ter um gato

 

IMG_1054.JPG
@Roseveflores

Aprendi que preguiça é contagiante e que esquecer a torneira aberta faz parte, mesmo que a gente leve bronca por causa da conta de água.

Qualquer lugar é lugar de gato se enfiar. Caixas, guarda-roupas, armários e a gente vai procurar de coração apertado achando que sumiu e aí você abre o armário e lá está. O coração chega se acalma.

Aprendi a brincar de se esconder lentamente só pra fazer ela vir correndo me procurar e que o seu rascunho fracassado é o melhor brinquedo dessa vida. Se você tiver um laser e apontá-lo para a parede é melhor ainda!

Aprendi que gato é realmente diferente de cachorro e que eles às vezes gostam de ficar mais quietinhos, deitadinhos no escuro, sozinhos, mas meu amigo, se ele brincar de te arranhar, subir no seu colo e querer dormir agarradinho com você, você é uma pessoa de sorte e foi escolhido para ser amado por ele, não é pra qualquer um não, viu?

Gato não é fácil de entender, tem que ter paciência e se dedicar (vale até pedir para fazerem graça se você tiver um biscoitinho). Quando você ver, os pelos que eles soltam é só detalhe se comparar com a delícia que é ter um bichinho dormindo quentinho em cima do seu pé ou deitar em cima do seu livro só de zoas. Gato é amor pra quem sabe amar.